14 junho, 2010

BLOGAGEM COLETIVA - VIDA SIMPLES - LUGARES

Olá, pessoal!

Vocês hein, ligadinhos no post anterior do "Frango com Whisky". Rsrs. Eu sabia, eu sei das coisas, hehe. 




L U G A R E S

Ah, quantos lugares maravilhosos a gente conhece e tem vontade de conhecer! A propósito, não lembro bem, mas parece que já andei falando por aqui, que meu trabalho me faz viajar bastante. E isso é bom, assim tenho oportunidade de ir a lugares que seria impossível conhecer fora do trabalho. Mas não vou falar sobre isso. Nada a ver.

Meu lance é outro. É dizer a vocês o lugar onde eu gostaria de estar.

Na verdade, sem grandes aprofundamentos, o lugar onde eu gostaria de estar é aquele onde eu pudesse ver todas as pessoas que eu quero bem. Todas juntas, ao alcance do meu olhar, da minha voz e do meu abraço apertado. É onde eu gostaria de estar sempre. Sei, sei, é utopia, mas é o meu paraíso.

Voltando ao planeta.

Aqui onde moro está um gelo dos infernos. Resultado, dei de sonhar com o calor, com a praia e com o mar. Não aguento! Esse frio está me dando nos nervos, preciso sair dessa geladeira. Não que eu não goste de frio. Gosto. E gosto principalmente da atmosfera de aconchego que nos envolve nas noites de geada, quando a gente senta em volta do fogo da lareira, bate papo, come queijo, bebe um bom vinho tinto, e ouve uma música suave. Deus, é a glória!!  Mas tudo dentro da normalidade, inverno superfrio, mas normal. Acontece que, francamente, em 2010 parece que a temperatura enlouqueceu, o frio passou dos limites. E você sabe, a vida real não perdoa. Sem essa de lareira, no dia-a-dia a gente tem mesmo é que encarar o minuano gelando os ossos. Caracas. Eu até nem posso me queixar, trabalho com o ar ligado. (Santo Deus, leva a conta de luz pra bem longe de mim! Esse condicionador sem descanso, lá nas alturas. Mamma mia, meu bolso vai doer).

Então people, meu sonho de consumo, agora, é estar na praia. Sei, você já viu isso, um sonho com ar de déjà vu, admito, mas é a pura verdade. Mas tem que ser no Ceará, sou apaixonada por aquelas praias, foi amor à primeira vista. Desde então todos os invernos, em agosto, estamos por lá, eu e meu marido, no bem-bom, alegres, absorvendo aquela energia contagiante do mar e aquele ambiente cheio de luz. Sem lenço e sem documento, como diria Caetano.

Com licença, já é muito tarde, vou programar esse post para amanhã e ir direto pra baixo das cobertas dormir. Estamos ainda em junho. Só me resta sonhar que acordei mais cedo, e que estou na beira da praia com meu amor, vendo surgirem os primeiros raios de sol. Touché!

P.S. Essa linda imagem de amanhecer eu tirei da net, nem sei o lugar, mas é de encher os olhos. Fiquei com preguiça de procurar nas minhas fotos, tô com sono, zzz.

Beijos. Fui.

Blogagem coletiva do blog "Mila's Ville". O tema proposto é "Vida Simples: lugares".
Postar um comentário