30 outubro, 2013

FAMíLIA EM CONEXÃO COM A PAZ

A paz não é um fim, não é um objetivo nem algo que se busque alcançar no presente ou no futuro. A paz é situação real, diária, modo de ser e de estar que se propaga quando interagimos com o outro. É salvo-conduto para o mundo, e inaugura-se na família, um microcosmo por excelência. Acredito muito numa coisa que chamo "Centro de Paz". Não é propriamente um lugar, mas um modo pacífico de interagir e compatilhar a vida com as pessoas, ou seja escolher a paz, abandonando os encontrões e as grosserias. O coração pacífico, o comportamento pacífico apesar dos senões, e sem se anular como pessoa. Penso que a familia pode ser o cenário do primeiro "Centro de Paz" na vida de cada um de nós. O ambiente familiar nos oferece uma rara oportunidade para entender e praticar a paz verdadeira. Nossos familiares nos põe à prova, instalam o céu e o inferno em nossas vidas e testam nossos ímpetos como ninguém. Muitas vezes precisamos ter nervos de aço para neutralizar certos conflitos familiares e, ao mesmo tempo lidar com os ditames de nossa guerra interior. Tudo isso, ali, em meio a laços afetivos de dimensão inestimável. E nesse fogo cruzado precisamos fincar o pé e sustentar a paz, afinal, família é família. Daí minha ideia desse primeiro "Centro de Paz". É um teste visceral. E você tem que estar em paz com a tua guerra, seja ela qual for, porque, se você não sabe, é esse estado mental -- pacífico ou beligerante -- que você vai refletir, lá fora, inconscientemente, em todas as suas relações pessoais. Entenda, você pode ser a paz no mundo, você é causa e consequência. Gosto de ir além, e pensar no mundo como um grande "Centro de Paz". Marli Soares Borges

O post Família em conexão com a paz apareceu primeiro no Blog da Marli

25 comentários:

✿ chica disse...

Na confusão do mundo, precisamos antes de mais nada, ter em nós um centro de paz...A partir dela, espalhá-la! beijos,chica

Misturação - Ana Karla disse...

O centro de paz partindo de nós, é certeza de grandeza.
És maravilhosa, Marli.
Xeros

Élys disse...

O mundo, realmente, só encontrará a Paz quando cada um de nós formos este centro de paz que você coloca em seu texto.
Beijos.
Élys.

Ives disse...

A paz é o brilho do Senhor, em nossas vidas! abraços

Calu B. disse...

Inigualável proposição, Marli, a dos Centros de Paz.Desejo com muita esperança que esta proposta seja abraçada e de fato vivenciada por todos e todas desde seus núcleos familiares até os espaços de convivências diversas.
Tive a oportunidade de aplicar umas atividades pedagógicas que conheci no livro: "A Paz também se aprende", que traz muitas vivências interessantes para crianças e jovens desenvolverem mais profundamente o autoconhecimento em situações de conflito e a partir de estímulos ponderativos, interagirem na busca da paz.Esse livro foi e é meu inseparável companheiro.
A Paz começa em nós!
Bjos,
Calu

Beth/Lilás disse...

Sua proposição é muito válida, pois no corre corre mundano, esquecemos que se criarmos esta boa aura dentro de nós e nossa casa, tudo lá fora é mais fácil de encarar e saber lidar.
Percebo isso quando, por exemplo, meu filho chega em casa, depois de um dia exaustivo de trabalho e aulas, ele busca o refúgio do lar para relaxar e encontra isso, porque fazemos questão de manter um lugar assim, sagrado, preparado para curar as mazelas do cotidiano.
Lindo lembrete, Marli!
beijos cariocas


Celina disse...

Querida amiga a nossa preparação começa no meio da família onde aprendemos que manter a paz é o melhor, estamos sempre aprendemos se formos revidar não chegaremos nunca a um lugar comum, com o nosso exemplo de paz estamos aprendendo e ensinando, Um grande abraço de paz e um fim de semana bem legal para todos. Celina

Denise disse...

De pleno acordo com as tuas exposições, Marli, vejo que vc abordou a questão com a sabedoria que te é peculiar, numa visão ampla de mundo que põe foco no essencial!
Peço licença pra compartilhar esse primor de texto com algumas pessoas.
Bjos

Mateus Borges disse...

Nunca posto nada no blog da mãe, então serei do contra. Sou beligerante, adoro a paz, mas somente se ele estiver os pacificados estiverem em paz. Se as coisas não estão corretas, não é a paz que vai fazê-las mudar, alias, nunca vi nada neste mundo mudar sem guerra. E por isso sou do lado beligerante e em paz somente quando realmente as coisas estiverem em paz. Antes que pensem, a família vai bem obrigado, estou apenas postando meu ponto de vista.

ONG ALERTA disse...

A paz é nossa maior procura....
Beijo Lisette.

Anônimo disse...

Precisamos desse "Centro de Paz", e começa em nós.

Adorei o texto.

Tudo de bom.

:)
;)

lis disse...

Um texto que dá a noção de como podemos contribuir para a paz do mundo.O mundo somos nós! e cada um pensando e agindo afetivamente haverá harmonia que gera a Paz.
Boa leitura Marli,
deixo um abraço

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Obrigada pela gentil visitinha, Marlí
Te desejo uma semana alegre repleta de paz
Beijinhos carinhosos de
Verena e Bichinhos

Malu Machado disse...

Querida Marli. Ando precisando instalar este centro da paz dentro de mim e assim irradiar para fora. Ando tão inconstante e triste. Coisas da vida. Obrigada por este texto. De alguma forma ele nos lembra que existe uma paz e me estimula a continuar buscando. Gratidão.

Anete disse...

Boa reflexão, Marli!
A paz que Deus dá excede todo o entendimento e é a paz completa! Creio que quando a temos dentro de nós ela se multiplica na família e nos demais convívios...

Um abraço

Adh2bs disse...

Olá, Marli!
A gente procura deixar os problemas de fora não influirem nos de casa... Mas nem sempre é possível. No entanto, fazemos de casa o refúgio do mundo; costumamos brincar que, quando a temperatura sobe aqui dentro, a situação externa deve estar infernal...
Abç,
Adh

Beatriz Paulistana disse...

Boa tarde Marli!!!
Temos que ter o dom de saber escutar e saber falar...viver em família não é fácil, porém não é tão difícil quanto se parece.
Feliz e Abençoada Tarde!!!
Bjokas...da Bia!!!

Camille disse...

Tomara que esse sentimento envolva o mundo todo. Muito bacana Marly.
Bjos,
Cam

Profª Lourdes disse...

Oi Marli, que lindo e importante texto. Com certeza, a paz interior é fundamental para nossa felicidade e de quem nos rodeia.
Grata pela visita. Bjuss

Tina Bau Couto disse...

Venho do despassarado chafariz e dente de leão de Ana e aqui pouso em um sítio cheio de boas energia, bons sentimentos, conselhos, cercado de paz.
Amei e amém \o/

Anne Lieri disse...

Marli,tb acredito que o mundo tem algumas pessoas especiais,assim como vc,que promovem a paz em meio ao caos. Precisamos muito fazer a paz dentro de nós para poder distribuir e melhorar a sintonia desse planeta.Linda sua msg! bjs,

welze disse...

Paz é a missão diaria de todos nós.
Porque de tormentas já estamos saturados.
Bjinho e obrigado pelo carinho

Ana Paula disse...

Marli, fortalecer, aprender, exercitar, viver a paz é tão necessário. Sempre foi e sempre será.
Gosto especialmente de pensar na paz das palavras que proferimos.
Ouvi que estamos adotando, sem perceber, um vocabulário bélico, guerra em nossas palavras. "Está bombando, tirar o pai da forca, uma sangria desatada..." e por aí vai.
Encontremos o nosso Centro de Paz.

Ah! É muito agradável ter os seus comentários lá no blog! Bj

Ana Paula disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Paula disse...

Marli, fortalecer, aprender, exercitar, viver a paz é tão necessário. Sempre foi e sempre será.
Gosto especialmente de pensar na paz das palavras que proferimos.
Ouvi que estamos adotando, sem perceber, um vocabulário bélico, guerra em nossas palavras. "Está bombando, tirar o pai da forca, uma sangria desatada..." e por aí vai.
Encontremos o nosso Centro de Paz.

Ah! É muito agradável ter os seus comentários lá no blog! Bj