10 dezembro, 2010

BLOGAGEM COLETIVA - COMO SE DIZ EU TE AMO?




PÉ NO CHÃO E AMOR NO CORAÇÃO

Não direi do amor romântico, do enlevo, do elã. Isso é com os poetas. Minha palavra tem outro enfoque: o amor-nosso-de-cada-dia. Esse amor acanhado, que quase ninguém vê. É impressionante os malabarismos que a gente tem que fazer pra viver essa aventura circunstancial de amar. Principalmente diante do inesperado. Já te falei? Esse amor é para mim a arte do imprevisto, de dar a volta por cima, de encarar, de comparecer! O cotidiano da vida tem muitas demandas, mas é fundamentalmente um dar e receber. São atitudes. Pra começo de conversa, que tal o cafezinho que o marido fez, os brinquedos que as crianças guardaram no lugar? Há quanto tempo os filhos convivem com as manias dos pais? E, os pais, quantas vezes têm que se virar em mil por causa dos filhos? É isso aí. O amor-nosso-de-cada-dia é uma via de mão dupla. O marido lembrou de trazer aquela revista que você adora. E você se esmerou naquele lanchinho básico. E por aí vai. Mas é engraçado como essas coisas passam batido. E, no entanto, o "eu te amo" está sendo dito, com todas as letras, todos os dias.

No final das contas, não é difícil ver nas ações diárias o gesto expressivo do amor. Basta se antenar. Sozinha aqui, diante da telinha do lap, com meus pensamentos, vejo como é importante praticar, aceitar e entender esse amor, vital e palpável. Sem preconceitos, sem críticas, sem ranços familiares, sem julgamentos.

Beijos a todos.

Blogagem Coletiva proposta pelas amigas:
Teresa Cristina do Blog Acolher com Amor
Gilmara do Blog Diário de uma Psi.
Postar um comentário