23 maio, 2014

LICENÇA, MINHA VÓ ESTÁ DE ANIVERSÁRIO HOJE E QUERO "DIZER UM VERSINHO", rsrsrs




versinho


Minha vó despediu-se há bastante tempo
foi morar com meu avô, no Grande Jardim.
Se ela estivesse aqui,
hoje seria seu dia de celebrar a vida.
Mas eu, que ainda estou,
celebro uma saudade boa.
E a vejo... baixinha, cheia de atitude,
as mãos doentes de artrose, mas sempre trabalhando,
costurando,
limpando e perfumando a casa
e fazendo comida boa.
Só de pensar me dá água na boca.
Ela era uma pessoa tão cheia de vida,
gente assim, deveria ficar para semente.
E ensinou-me a entender tantas coisas...
a dor, a beleza e o compromisso de viver.
Quando penso nela, reconheço quem sou.
Aprendi com ela a sentir o sabor da comida
no coração.
E aprendi a amar as margaridas que ela plantava... sempre, sempre.
Quando floresciam,
o sol refletia seus raios nas pétalas brancas
e o jardim ficava repleto de luz!


Sei que hoje
o Grande Jardim vai estar todo iluminado
[ah se não te conheço, Dona Maria! você não para nunca!
Por nada nesse mundo você deixaria de plantar suas flores de luz!]
Feliz aniversário vózinha.
Estou com tanta saudade.

-Marli Soares Borges-
Postar um comentário