19 maio, 2011

SOLTANDO O VERBO

Olá turma. Hoje amanheci com saudades daqueles questionários que a gente fazia no passado, lembra? Tínhamos até um caderno especial, que corria de mão-em-mão. Todo mundo queria "assinar" o questionário. Saudosismo? Não. Saudades mesmo. É bom lembrar as coisas boas que a gente fez. Ainda mais quando surge a possibilidade de repeti-las. Repetir? Sim, sobre outras bases, com roupa moderna, óbvio.

O lance é o seguinte: tenho aqui umas perguntinhas, (toscas, você acha? Tá bom, tá bom.), mas com um pouquinho de boa vontade, dá pra responder e espichar conversa, contar a historinha. Soltar o verbo. Adivinhou! Jogo a bola e você rebate. Escolha a(s) pergunta(s) que quiser e manda ver nos comentários! Depois eu faço um post bem legal e linko pra você. É um mexe-mexe, ping-pong. O importante são as idéias fervilhando na cabeça e as letrinhas saltando pra telinha do lap!

;)

Se não quiser, ok, comenta e não responde. Democraticamente.

1.  Qual o maior susto que você já levou na vida?
2.  Agora, neste momento, você mandaria alguém pra PQP?
3.  Quem ou o quê, conseguiu arrancar de você um gargalhada das boas?
4.  Já se sentiu mal só de entrar num lugar?
5.  Se voltasse ao passado, você consertaria seus erros, ou reviveria tudo novamente?
6.  O que um dia te encantou e hoje não encanta mais?
7.  Será mesmo que o tempo apaga tudo?

Beijos a todos.
Postar um comentário