03 fevereiro, 2014

MÃE DAS ÁGUAS


IEMANJÁ CAMORÔ - Arte Naif by Helena Coelho

NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES DO BRASIL - Arte Naif by Aecio















No dia 2 de fevereiro acontece em Porto Alegre - RS a Festa de Nossa Senhora dos Navegantes, padroeira da cidade. É uma festa católica e pelo que sei é a segunda maior romaria religiosa do País, atrás apenas do Círio de Nazaré, em Belém do Pará. Antes a procissão era fluvial, atualmente, por determinação da Capitania dos Portos, passou a ser terrestre. Maria, mãe de Jesus é considerada como a santa protetora dos mares e a designação de Nossa Senhora dos Navegantes aconteceu porque no passado, os marinheiros rezavam pedindo-lhe proteção nas viagens acreditando que ela os protegeria dos perigos do mar, das tempestades e dos naufrágios. Também é chamada de Nossa Senhora da Boa Esperança, da Boa Viagem e das Candeias. A festa aproxima pessoas de várias religiões num exercício de fé. Isso acontece devido ao sincretismo religioso que existe com Iemanjá, um orixá africano que faz parte do candomblé e de outras religiões afro-brasileiras. Iemanjá aparece no Candomblé representada pela figura arquetípica da sereia, uma mulher de longos cabelos, habitante do reino das águas. A origem mitológica deste orixá provém de uma pequena nação africana, para a qual ela representava o leito original, de onde nasceram todos os seres vivos. Na Umbanda, ela é chamada Mãe Iemanjá ou Senhora da Coroa Estrelada. Também recebe o título de Rainha do Mar. É reconhecida como divindade maternal e protetora, senhora da fartura e da abundância. Na procissão as pessoas colocam oferendas nas embarcações e esperam que a mãe das águas atenda cada um dos seus pedidos. Acreditam que agradando Iemanjá, ela se sentirá mais inclinada a conceder as graças que tanto desejam. 

E você, já fez sua reverência? E os pedidos? E os agradecimentos? Lembrou de pegar seus sonhos inconfessados, colocá-los num barquinho -- mental -- pra navegar nas águas de Iemanjá? - Marli Soares Borges -
Postar um comentário