13 agosto, 2014

TRATOS À BOLA


tratos à bola
Imagem: mandalarte


Porque hoje não precisa ser como ontem é que darei satisfações a você, direi aonde vou, quando volto e o que pretendo fazer. Contarei tudo a você, não omitirei um detalhe sequer. Farei o que puder, me desdobrarei, porque acredito em você. Mas não servirei aos que deixei de acreditar, mesmo que estejam sob as mais variadas chancelas: minha casa, minha cidade, meu país, minha religião. Viverei desse jeito meu, expressando-me da forma mais livre e completa que conseguir, e se um dia alguém acusar-me de alguma coisa, -- o que certamente acontecerá, pois a gente sempre sofre críticas quando aprende a dizer não -- eu tratarei de manejar em minha defesa as únicas armas que me permito usar: o silêncio e a habilidade. 
Marli Soares Borges
Postar um comentário