28 agosto, 2014

PROCURA-SE UM TALENTO


Arte de Lorenzo Durán *
Sempre ouvi dizer que todo mundo tem talento. Mas como? eu não tenho. Onde está o meu talento? Complicado isso, difícil de entender. Mas, afinal o que é mesmo talento? Dizem que talento é fazer com facilidade o que os outros fazem com dificuldade. Nesse sentido é possível concluir que talento não se resume apenas em aptidões específicas para tocar, cantar, jogar, atuar no teatro, pilotar carros de corrida etc. Há outro tipo de talento, e é deste que eu quero falar: o talento natural, a aptidão inata que existe em cada um de nós para fazer alguma coisa, para intervir positivamente em determinada situação. Não lembro exatamente onde, mas sei que até a Bíblia faz referência a esse tipo de talento. Ser simples por exemplo, é um talento incrível de onde deriva a humildade, a hospitalidade e a coerência. Saber ouvir é outro talento fantástico e saber pensar é uma glória. Mediar uma discussão, objetivar uma ideia, resumir as questões, agir com delicadeza e acalmar os ânimos nas situações limites, ensinar alguma coisa que a gente sabe... são talentos maravilhosos. Aí eu sigo pensando... que bom seria se a gente pudesse aproveitar nossos talentos para melhorar o mundo. E porque não? Eu particularmente acredito demais nessa possibilidade, sempre é possível fazer alguma intervenção positiva no universo que nos circunda. Óbvio que não é uma tarefa assim tão fácil, por isso, antes de tudo é preciso querer; depois é só começar e continuar. E perseverar. Ou ninguém chegará a lugar nenhum. Observe que utilizei três verbos: começar, continuar e perseverar, ou seja, dar o primeiro passo, seguir caminhando e não parar.

De minha parte posso dizer que descobri que tenho um talento fantástico e que ultimamente ando talentando demais, rsrs, muito mais do que eu gostaria. Ah, sim, é a paciência. Acontece que esse inverno chuvoso aqui do sul anda me dando nos nervos e só com paciência para aguentar. Acorrentei em mim a paciência, porque se ela fugir estou ferrada. A propósito como anda sua paciência? rsrs.

- Marli Soares Borges -

* O artista Lorenzo Durán acredita que a arte é a mais pura essência de todo objeto natural, daí usar as folhas de árvore como meio de expressão artística, em recortes repletos de detalhes. 
Postar um comentário