quarta-feira, julho 28, 2021

O BLOQUEIO DO "NÃO"



Hoje vou falar um pouquinho sobre o "não", essa palavra tão pequena, mas que traz consigo conflitos e responsabilidades. A primeira vista parece tão fácil dizer não, não posso, não quero, etc. Mas é muito difícil e complicado, principalmente porque a gente é do bem, adoramos ajudar os outros e adoramos agradar. Mas o xis da questão é outro: quando evitamos dizer “não” a um pedido que a gente já sabe que não vai conseguir atender, causamos problemas não só a nós, mas também aos outros que depositaram sua confiança em nós. E isso vai se refletir tanto em nossa vida pessoal, como na profissional.

Pense na violência que praticamos contra nós mesmos ao dizer “sim” quando deveríamos dizer “não”. Colocamos um peso a mais em nossas costas, uma sobrecarga muitas vezes desnecessária. Será que temos mesmo que carregar os macaquinhos dos outros? Sem falar que com essa atitude "boazinha", poderemos estar enganando o outro. A propósito, você conhece a história dos macaquinhos? É assim: 
Era uma vez uma garota que tinha um macaquinho de estimação, lindo, bem cuidado, saudável e cheiroso! Todos admiravam aquele bichinho e não demorou para que começassem a pedir ajuda, que ela cuidasse também dos macaquinhos deles. Ela aceitou o encargo, mesmo sabendo que eram muitos e que talvez não conseguisse cuidar bem de todos. Mas cuidou, cuidou e cuidou. Acontece que não deu conta e cuidou mal dos bichinhos e os resultados foram péssimos. Até o seu próprio macaquinho, antes tão bem cuidado e saudável, acabou adoecendo.
Resultado: Ela perdeu a credibilidade perante as pessoas que haviam depositado confiança em seu trabalho. Se tivesse conseguido dizer "não", teria evitado esses dissabores e cada uma daquelas pessoas teria procurado outra forma de resolver seus problemas.

Contei essa história para mostrar a você até onde pode ir a sobrecarga causada pelo bloqueio do “não”. Dizer “sim” indevidamente causa estresse e sobrecarrega você, que, com toda a certeza, atrasará ou deixará de cumprir aquilo a que se propôs. É um duplo prejuízo e resulta, para ambas as partes, em frustração e rejeição, além de fazer com que você deixe de ser levado(a) a sério.

Tenha coragem de dar um basta. Comece por aquela turma que está sempre pedindo para que você faça alguma coisa que é atribuição deles. Se o pedido vai bagunçar sua vida, nem pense duas vezes: diga logo um "não". Se silenciar, a chance de se arrepender será muito grande. Pense que o "não" pode até ser uma forma de ajudar a pessoa a encontrar seu caminho, de ajudá-la a crescer. 

Mas lembre-se, diga um "não" gentil e educado. Isso fará com que você não se sinta mal e evitará que a pessoa se indisponha com a sua negação. É importante deixar claro que você não é simplesmente “do contra”. Convém evitar confusões dessa natureza.

Enfim, o "não" é uma palavra muito importante que deve ser dita no momento certo. Se todos soubessem dizer "não" nas horas certas, tudo seria diferente, em casa, no trabalho e no País.

-Marli Soares Borges-


19 comentários:

  1. Boa noite de paz, querida amgia Marli!
    Comecei a dizer não bem consciente para a família que pensou em me ter nas mãos para me escravizar até morrermos.
    Não foi fácil, como você disse.
    Somos pessoas do bem e sempre que podemos estamos mesmo ajudando, mas até onde devemos pôr limites o nosso coração nos diz.
    O píor não é não saber dizer não, na minha opinião e sim dizer sim e não cumprir. É duro e dói na alma, arranca um pedaço da gente e desestimula a confiança da mesma maneira. Açé, de festruir a vida da pessoa que confiou no sim.
    Bom meditarmos em questões de suma relevância que nos põe aqui.
    Tenha um amanhecer abençoado!
    Beijihos com carinho e gratidão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *até de destruir ...
      Desculpe-me.

      Excluir
    2. Oi, Rosélia, estava pensando, você disse que "O pior não é não saber dizer não, ... e sim dizer sim e não cumprir". Mas, pense comigo: quem disse o sim foi exatamente aquele que não soube ou não quis dizer um não no momento certo, não é? rsrsrs (Dá tudo na mesma, rs).
      Obrigada por comentar.
      Bjs
      Marli

      Excluir
  2. Oi Marli. Tenho sempre dificuldade em dizer não. Muito boa sua reflexão. Dizer não com educação sempre quando for preciso evita desconfortos maiores. Tenha uma boa noite. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, vamos evitar confrontos desnecessários, não é?
      Bjs
      Marli

      Excluir
  3. Tudo na vida tem o valor que lhe queremos dar. Existem sins que não nãos e nãos que são sim. Tudo é relativo.
    Mas sim, confesse e reconheço que, dizer Não quando do outro lado, se espera o Sim, pode ser doloroso. (O vice-versa é igual)
    .
    Um dia feliz. Cumprimentos.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Ricardo. A medida é sempre nossa.
      Bjs
      Marli

      Excluir
  4. Marli, foste perfeita! TeMOS QUE SABER NOS IMPÔR... sE ISSO NÃO FIZERMOS, SOMOS ABUSADAS ...Vivem a esperar as trouxas que não sabem dizer NÃO! Por outro lado, ao dizer SIM, temos que ficar caladinhos, acitar, pois a burrice foi nossa em aceitar, se for o caso,rs... Gostei da história dos macaquinhos...Lembrei que cuidei até de galinha de vizinho maluco que tinha uma,com nome e tudo... Quando ele voltou: tragédia! Os cachorros da rua a haviam degolado! E assim foi que a minha cachorrinha de estimação, a BOLINHA, foi "sequestrada"...Quem seria o autor? Mas tudo acabou bem...Após anuncios no jornal da cidade,com, recompensa, a resgatamos! Maravilha! E tudo porque a idiota aqui não sabia dizer NÃO! beijos, lindo dia congelante,mas com sol! chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Chica! A gente passa cada uma... mas um dia a gente aprende!
      Bjs
      Marli

      Excluir
  5. Muito bem. Gostei do texto. A palavra não deve ser imposta sempre que necessário. Só faz bem. Dependo do contexto, claro!:)
    .
    Encontro no teu sorriso o espelho da alma
    .
    Beijo e uma excelente tarde!

    ResponderExcluir
  6. Concordo e assino embaixo!!! Texto pertinente !!!
    Não é uma palavrinha pra lá de necessária e sempre digo que quem não sabe dizer NÂO, está condenado a ser constantemente colocado em situações de vida que o façam a aprender a dizê-lo (Aliás falo isso direto pra minha mãe rsrsr que ainda não aprendeu bem a usar essa palavrinha rsrsrs)
    Feliz dia, Marli, beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo excelente texto, Marli!
    Concordo com tudo que disse, e quanto mais cedo aprendemos isso, melhor! Já fui besta, até hoje gosto de ser útil, quando é algo que a pessoa não sabe ou não consegue fazer. Mas a maioria só quer levar vantagem, tipo meu tempo tem preço, mas o do meu "colega" não. É a famosa utilidade das pessoas e quando você diz não, a pessoa veste a roupa de magoado.
    Não prometo nada a ninguém porque me cobro, meus limites são muito bem definidos e não tenho paciência com artimanhas que geralmente exigem 100% das resposta às suas necessidades. Tô fora.
    Adorei a leitura, perfeito!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olhos que olharam nos olhos para dizer um não porque estava seguro de que seria o melhor ser feito: dizer um não. Convenhamos o NÃO é a palavra mais dura da língua portuguesa, como se diz que Rui Barbosa teria dito, pois não há outra forma de dizer NÃO se não com Não, risos. Mas o seu texto é convite a reflexão para que aprendamos a nos posicionar quando isto for imperativo que, por sua vez, também é duro, risos, porque traz em seu bojo uma ordem, um grito nas entrelinhas, risos!
    Belo texto, Marli. Você sabe das coisas... Beijos,

    ResponderExcluir
  9. Um tema interessante e muito bem exposto.
    Como em tantas outras coisas das relações humanas, é importante ser assertivo quando se diz não.
    Bom fim de semana, amiga Marli.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Um texto com uma temática de extrema importância. Dar limites ao outro e reconhecer os seus. É uma luta diária, pois este sim ou não traça a escolha que se nãofor bem pensada acarreta o que sua história apresenta tão claramente.
    Na esfera profissional já fiz oficinas sobre isto.
    Bom final de semana

    ResponderExcluir
  11. Verdade que dizer 'não' é complicado ,principalmente quando o neto faz o pedido rsrs . Confesso que não sou boa com os 'nãos' da vida.
    Seu texto ajuda repensar e ficar atenta para aqueles pedidos que um NÃO é normal e didático.
    Abraços Marli Feliz semana

    ResponderExcluir
  12. Olá Marli, concordo plenamente com seus texto, pois é sempre complicado o Não ao Não e que nos deixa com este peso desnecessário nas costas. O medo de ferir faz nos ferir e ter que levar pela vida uma condição, que não nos agrada efetivamente e em nome do outro a gente vive uma mentira perigosa, pois o outro crê que estamos felizes e ou vivendo a tal situação, mas só de imagem na frente da pessoa. Aprender a dizer Não é uma coisa, que devemos buscar doa a quem doer, pois não podemos deixar de nos amar.
    Ótima abordagem.
    Lembro de Caetano Veloso num festival antiga TUPY com um manifesto onde dizia, que é proibido proibir, que ele dizia que dizia Não ao Não.
    Um bom fim de semana com o frio que faz por aí, mas que tem equipamentos necessários para suportar e agasalhar.
    Beijo de paz amiga.

    ResponderExcluir
  13. Confesso que tenho muita dificuldade em dizer Não, Marli
    Estou melhorando.
    Excelente a sua postagem!
    Lindo fim de semana.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Marli. Um texto superbom que traz uma reflexão importante. O sim e o não têm a sua hora certa e agradar a todo mundo é impossível. Gosto de lembrar que o amor tem que ser firme, a gente tem que compreender os limites e viver com mais espontaneidade. Gosto um tanto da Mafalda. Existem "bastas" que precisamos usar no jogo da vida, rssss.
    Feliz Agosto, vamos adiante... Bjs

    ResponderExcluir

Muito obrigada pelos comentários.
Abraços a todos.
Marli