01 agosto, 2021

EU QUE NÃO SEI NADAR - BC406



Minha participação na BC proposta no Blog "Devaneios e Desvarios"

Uma imagem 140 caracteres




No amanhecer dourado
Um veleiro a navegar
A imagem era tão linda
Que comecei a sonhar

Mas logo voltei a mim
Deus me livre o alto mar
Jamais teria coragem
Eu que não sei nadar

-Marli Soares Borges-

28 julho, 2021

O BLOQUEIO DO "NÃO"



Hoje vou falar um pouquinho sobre o "não", essa palavra tão pequena, mas que traz consigo conflitos e responsabilidades. A primeira vista parece tão fácil dizer não, não posso, não quero, etc. Mas é muito difícil e complicado, principalmente porque a gente é do bem, adoramos ajudar os outros e adoramos agradar. Mas o xis da questão é outro: quando evitamos dizer “não” a um pedido que a gente já sabe que não vai conseguir atender, causamos problemas não só a nós, mas também aos outros que depositaram sua confiança em nós. E isso vai se refletir tanto em nossa vida pessoal, como na profissional.

Pense na violência que praticamos contra nós mesmos ao dizer “sim” quando deveríamos dizer “não”. Colocamos um peso a mais em nossas costas, uma sobrecarga muitas vezes desnecessária. Será que temos mesmo que carregar os macaquinhos dos outros? Sem falar que com essa atitude "boazinha", poderemos estar enganando o outro. A propósito, você conhece a história dos macaquinhos? É assim: 
Era uma vez uma garota que tinha um macaquinho de estimação, lindo, bem cuidado, saudável e cheiroso! Todos admiravam aquele bichinho e não demorou para que começassem a pedir ajuda, que ela cuidasse também dos macaquinhos deles. Ela aceitou o encargo, mesmo sabendo que eram muitos e que talvez não conseguisse cuidar bem de todos. Mas cuidou, cuidou e cuidou. Acontece que não deu conta e cuidou mal dos bichinhos e os resultados foram péssimos. Até o seu próprio macaquinho, antes tão bem cuidado e saudável, acabou adoecendo.
Resultado: Ela perdeu a credibilidade perante as pessoas que haviam depositado confiança em seu trabalho. Se tivesse conseguido dizer "não", teria evitado esses dissabores e cada uma daquelas pessoas teria procurado outra forma de resolver seus problemas.

Contei essa história para mostrar a você até onde pode ir a sobrecarga causada pelo bloqueio do “não”. Dizer “sim” indevidamente causa estresse e sobrecarrega você, que, com toda a certeza, atrasará ou deixará de cumprir aquilo a que se propôs. É um duplo prejuízo e resulta, para ambas as partes, em frustração e rejeição, além de fazer com que você deixe de ser levado(a) a sério.

Tenha coragem de dar um basta. Comece por aquela turma que está sempre pedindo para que você faça alguma coisa que é atribuição deles. Se o pedido vai bagunçar sua vida, nem pense duas vezes: diga logo um "não". Se silenciar, a chance de se arrepender será muito grande. Pense que o "não" pode até ser uma forma de ajudar a pessoa a encontrar seu caminho, de ajudá-la a crescer. 

Mas lembre-se, diga um "não" gentil e educado. Isso fará com que você não se sinta mal e evitará que a pessoa se indisponha com a sua negação. É importante deixar claro que você não é simplesmente “do contra”. Convém evitar confusões dessa natureza.

Enfim, o "não" é uma palavra muito importante que deve ser dita no momento certo. Se todos soubessem dizer "não" nas horas certas, tudo seria diferente, em casa, no trabalho e no País.

-Marli Soares Borges-


25 julho, 2021

SERENDIPIDADE




A gente corre tanto, programa tanta coisa na vida e vem uma pandemia e desprograma tudo. Pois é. Mas não dá pra ficar só choramingando, estamos vivos e precisamos seguir nosso caminho. Que tal usar esses tempos sombrios para deixar o acaso acontecer e ampliar nossas perspectivas? afinal, as grandes descobertas aconteceram por acaso. Mas não se engane. Acontecer por acaso não é a mesma coisa que acontecer ao acaso. No cerne das novas descobertas, é certo que, -- antes -- alguém olhou com atenção à sua volta e percebeu o que estava "borbulhando" no momento. Ou seja, interpretou os sinais. A percepção é uma ferramenta tão antiga como o mundo: ela abre a mente e expande os horizontes. O poder da percepção oportuniza experiência, curiosidade, imaginação e acaso. Um estado de espírito chamado SERENDIPIDADE: a arte de encontrar o inesperado. 

-Marli Soares Borges-

23 julho, 2021

UMA IMAGEM 140 - FIOS EMARANHADOS - BC405


Minha participação na BC proposta no Blog "Devaneios e Desvarios"




Fios de celular emaranhados!?! Sem novidades. Na vida, as conexões são exatamente assim: há momentos tranquilos e momentos bastantes confusos.

-Marli Soares Borges-

22 julho, 2021

DESAFIO 248 - PEQUENAS COISAS DA VIDA

Desafio nº 248



Proposta: 

"Em tempo de férias, o tempo desacelera e reparamos nos detalhes, nas pequenas coisas da vida. Pois façam uma lista das pequenas coisas da vida, ou utilizem apenas essa ideia para 
escreverem o vosso texto em 77 palavras."


 

MINHA PARTICIPAÇÃO:

Para mim, cada pequena coisa da vida sempre vai ter o valor que lhe atribuo: ou pode tirar minha paz, ou pode fazer a minha alegria. Tudo vai depender do meu olhar e percepção, bem como, da minha capacidade de exercitar a gratidão, pois é nas pequenas coisas da vida que reside a parte mais ditosa das nossas emoções. Infelizmente, essas pequenas coisas se parecem com as estrelas, estão sempre brilhando, mas nós, poucas vezes as apreciamos. 

-Marli Soares Borges-

21 julho, 2021

DAS DECISÕES E LOUCURAS



Ainda que muitos, - amigos e ou afetos -, tentem demover-lhe de algum projeto que sua alma deseja e quer, não se incomode. Essas pessoas não fazem por mal, pelo contrário, querem o seu bem. Elas falam e questionam sua escolha, porque estão viciadas em seguranças e certezas. Mas, pensando bem, é a própria finitude da vida que nos mostra que certeza e segurança não passam de utopias. 

Tem decisões que a gente precisa tomar na hora, com o conhecimento que se tem naquele momento, ou perde o bonde. Tal é o fio da navalha em que vivemos. 

E você pode estar numa situação dessas, frente à possibilidade que surgiu de tirar do papel um projeto que você idealizou. Se houver tempo, calcule os riscos e decida-se. Se não houver tempo, decida-se, assim mesmo. Não deixe o bonde passar simplesmente sem nada decidir. Enquanto estamos vivos sempre é possível começar algum projeto, recomeçar outro e porque não, retomar e continuar outros tantos. 

O tempero da vida são nossos projetos, ações e atitudes que coroam os desejos da nossa alma. Nessa vida difícil e incerta, algumas loucuras são aceitáveis. Algumas, eu disse, (mas isso é outro assunto).

-Marli Soares Borges-

18 julho, 2021

DIA DO TROVADOR

 


18 de julho - Dia do Trovador


-

Trovador hoje é teu dia
E quero te homenagear
E dizer dessa alegria
Que me traz o teu cantar.
-

Parabéns por essa trova
Que escreves com primor
E que sempre se renova
Cada vez com mais valor!
-

Marli Soares Borges

16 julho, 2021

AMIGOS PRA TODA VIDA



Participando novamente da BC "Botando a Cabeça Pra Funcionar", que acontece nos dias, 5, 15 e 25, coordenada pela querida Chica. A proposta é fazer uma interpretação livre de uma imagem.



Esta é a imagem.
A seguir, a leitura que fiz



Dizer que cachorro e gato
São naturais inimigos
É um preconceito cruel
E às vezes um castigo.

Um castigo porque um deles
Acaba ficando sem lar
E o que eles mais precisam
É uma casa pra morar.

Cachorro e gato podem ser
Amigos pra toda vida
Mas pra isso acontecer
É preciso dar guarida.

Se os humanos procurassem
Interpretar os sinais
Poderiam ajudar
Na interação dos animais.

A convivência diária
é aprendizado de todos:
dos que só sabem latir
e dos que só sabem miar

E mais ainda
Dos que conseguem falar
e comunicar seu pensar.

-Marli Soares Borges-